Orientações para uma pesquisa de emprego segura

Se achar que está a ser vítima de burla, equacione seguir estas dicas.

A missão da Indeed é ajudar as pessoas a encontrar emprego, e isto inclui trabalhar proativamente no sentido de manter conteúdos predatórios fora dos resultados das pesquisas, dando as ferramentas para ajudar os candidatos a proteger as suas informações pessoais e a situação financeira. Temos várias equipas em todo o mundo dedicadas à segurança e autenticidade dos anúncios publicados na nossa plataforma. O nosso objetivo é manter o mais alto nível de segurança e privacidade dos nossos utilizadores e não mostrar preferência por nenhum trabalho ou função, enquanto mantemos a Indeed acessível a todos.

As seguintes orientações destinam-se a ajudar os candidatos a reconhecer e evitar táticas fraudulentas.

 

O que fazer na pesquisa de emprego

Procure endereços de e-mail de empresa que sejam verificáveis. As empresas maiores e consagradas têm endereços de e-mail com domínios de nível superior iguais aos seus sites. As comunicações destas mesmas empresas, muitas vezes, não vêm de endereços disponíveis ao público, como o Yahoo ou o Gmail. Se for contactado por alguém com um endereço genérico, pergunte se podem comunicar por um endereço de e-mail com o domínio da empresa. Se não quiserem ou não puderem, seja prudente.

Tenha atenção a endereços de e-mail com nomes de empresas com gralhas ou "spoofing". Costumam ser semelhantes ao verdadeiro nome da empresa, mas não iguais. Exemplos de endereços suspeitos incluem "Info@empresa.net" em vez de "Info@empresa.com" ou nomes de empresa com gralhas como "Info@empreza.com" ou "Info@empreesa.com".

Verifique se a oferta corresponde à candidatura. Evite fraudes com "isco" ao confirmar que as empresas que respondem às suas candidaturas estão a oferecer o emprego ao qual se candidatou.

Tenha cuidado ao responder a empregos com salários, benefícios e flexibilidade que pareçam demasiado bons para ser verdade. Faça perguntas para confirmar que o emprego tem salário (e não apenas pagamento de comissões) e que existe uma sede física nos casos em que se anuncia uma oportunidade de teletrabalho.

Insista em realizar uma entrevista pessoal ou por vídeo. Tenha atenção a empregos com um processo de entrevista escasso ou inexistente. Os criminosos costumam evitar entrevistas presenciais, recorrendo a serviços de chat como o Google Hangouts, oferecendo ofertas de teletrabalho.

Denuncie todas as situações suspeitas à Indeed. Se for contactado por alguém que suspeite ter intenções fraudulentas ou práticas comerciais suspeitas, contacte a Indeed de imediato.

 

O que não deve fazer na pesquisa de emprego

Nunca envie qualquer forma de pagamento a um potencial empregador ao qual se candidate na Indeed. Cobrar taxas, além de ser uma violação das regras da Indeed para empresas, costuma ser um tipo de fraude (ver "Tipos de fraude").

Nunca aceite fazer transações financeiras em nome de um potencial empregador. Isto inclui aceitar ou fazer transferências bancárias ou depositar cheques enviados para si com o intuito de fazer compras em nome de alguém.

Nunca aceite uma oferta que implique abrir várias contas e/ou publicar anúncios na Indeed ou noutros sites.  Embora existam certos cargos em que essa atividade possa ser aceite, como recrutamento ou serviços de pessoal, tenha cuidado se for solicitado a abrir contas para um empregador que não conheceu. É provável que sejam criminosos e que o possam envolver em atividades que o colocam em risco financeiro e jurídico.

Nunca aceite dinheiro adiantado por trabalhos que não realizou. Trata-se de uma tática frequente em fraudes financeiras que o coloca sob enorme risco em termos legais.

 

Tipos de fraudes a evitar

Fraudes de cheques

As fraudes de cheques consistem em fazer com que as pessoas passem inadvertidamente um cheque sem provisão. Tenha atenção a criminosos que contem histórias complexas de como precisam de um assistente pessoal, prestador de cuidados ou alguém que deposite um cheque para fazer compras avultadas ou transferir-lhes dinheiro enquanto estão em viagem. Normalmente, incluem histórias em que:

  • Tem de comprar equipamento médico dispendioso para um familiar em nome deles.
  • Vão abrir um novo escritório "na sua zona" e têm de ir comprar material de escritório, equipamentos ou software com esse cheque.
  • Oferecem-se para pagar adiantado por trabalhos que ainda não fez e pedem que transfira o valor remanescente do cheque para outra conta.

 

Fraudes de branqueamento de capitais

As empresas reputadas e autênticas nunca lhe devem pedir que faça transações financeiras ou que lhes transfira dinheiro, muito menos por Western Union, MoneyGram ou BitCoin. Mesmo que não lhe seja pedido que transfira o seu dinheiro, estas entidades desaconselhadas costumam procurar outras pessoas para realizar transações financeiras fraudulentas para que elas não tenham de o fazer.

 

Fraudes de Reenvios

Não existe situação legítima em que uma empresa lhe peça para reenviar encomendas a partir de sua casa. São as chamadas Fraudes de Reenvios, que oferecem ofertas de teletrabalho, por vezes anunciadas como "gestor de merchandising" ou "assistente de processamento de encomendas". As funções incluem receber encomendas e enviá-las para endereços no estrangeiro em nome de um cliente, usando etiquetas de envio com portes pagos, facultadas por e-mail. O novo "funcionário" desconhece que estas encomendas contêm:

  • Produtos comprados com cartões de crédito roubados e que saem do país por contrabando com uma fraude de reenvio.
  • Encomendas de vales postais falsos, que são distribuídos para outros criminosos.

Depois de ajudar a traficar estes elementos para fora do país, o "funcionário" recebe dinheiro com cheques ou encomendas de vales postais falsos.

 

Fraudes com Taxas

Candidatar-se a uma oferta na Indeed não deve custar-lhe dinheiro. Além de as fraudes de taxas serem uma forma de roubar os candidatos, são um sinal de que uma empresa pode estar envolvida noutras atividades ilícitas. Podem ser necessárias algumas despesas legítimas, como uniformes e ferramentas de trabalho, depois de aceitar uma oferta, mas este valor é normalmente deduzido do seu salário depois de começar a trabalhar. De igual modo, as verificações de antecedentes costumam ser pagas pela empresa ou diretamente oferecidas a si por uma agência governamental local, e não lhe devem ser cobradas sob a forma de uma taxa à empresa. Eis alguns tipos de taxas cobradas de forma fraudulenta:

  • taxas de candidatura
  • taxas de colocação de recrutadores
  • reservas de entrevistas
  • taxas de formação
  • taxas de formatação ou reescrita de currículos
  • taxas de verificação de antecedentes

Se tiver questões sobre uma oferta que encontre na Indeed ou receber comunicações de ofertas de emprego que suscitem dúvidas, contacte a Indeed de imediato.

Observação: As informações fornecidas neste artigo servem apenas para fins informativos gerais e podem não ser abrangentes.

Este artigo foi útil?