Como verificar mensagens suspeitas de uma empresa

Conforme os candidatos passaram a se comunicar por meios digitais com as empresas, é importante reconhecer sinais de atividade suspeita quando as vagas são anunciadas e oferecidas sem um encontro presencial com a empresa. A seguir, apresentamos sinais comuns de que a comunicação com uma empresa pode ser uma fraude:

As mensagens são enviadas de um e-mail com domínio genérico.

A maioria dos esforços legítimos de recrutamento virão de um e-mail associado diretamente com a empresa, e não uma conta do Gmail ou do Yahoo. Não se esqueça de verificar o endereço de e-mail para ter a certeza de que o nome da empresa tem a grafia e apresentação corretas, uma vez que os criminosos costumam criar domínios de e-mail parecidos para enganar os candidatos.

A empresa não é fácil de encontrar em uma pesquisa na Web.

Não é preciso ser um detetive para verificar se a empresa é legítima. Uma simples pesquisa pelo nome da empresa na Web deve ser suficiente para associá-la a um endereço, um número de telefone ou presença em redes sociais.

A empresa solicita que você se comunique apenas por aplicativos como o WhatsApp, Google Hangouts ou Telegram.

A comunicação deve ser realizada por meios oficiais, como encontros presenciais, chamadas telefônicas ou mensagens usando o e-mail de um domínio oficial da empresa. É mais fácil para um candidato determinar se uma vaga de emprego é “boa demais para ser verdade” recorrendo a estes métodos.

A empresa solicita cópias de informações de identificação importantes, como a CNH, relatórios de crédito, dados bancários ou informações de previdência social.

Nunca envie dados pessoais pela Web a empresas, especialmente antes de se comunicar com elas presencialmente ou por telefone e passar pelo processo de integração.

A empresa tem comunicação ruim em matéria de linguagem.

Normalmente, os recrutadores são fluentes no idioma em que se comunicam com você, portanto, erros gramaticais, escrita incorreta ou uso de palavras estranhas são um sinal de alerta.

Esse artigo foi útil?